Conversando com Pedro Lima — diretor comercial de uma empresa multinacional, a Brazil at Alight Solutions — foi possível aprender muito sobre blockchain e criptomoedas. Se você quer aprender mais sobre o mundo das criptos esse conteúdo foi feito para você.

  • Blockchain
  • Transparência
  • Quem veio primeiro o Blockchain ou as criptomoedas? 
  • Bitcoin
  • Etherium
  • Dicas de conteúdo

Blockchain

O blockchain é um banco de dados seguro ligado por criptografia. Para que você entenda melhor, imagine uma planilha de excel, essa planilha é uma forma de estruturação de dados. Se colocar uma planilha atrás da outra formamos um cubo, ou seja, uma outra forma de estruturação de dados, é assim que os dados do blockchain estão estruturados. Portanto, blockchain são blocos de dados ligados por meio de criptografia, chain se refere a corrente criptográfica que liga um bloco no outro. Esses blocos foram criados para que qualquer tipo de pesquisa ou análise de dados seja feito de forma mais rápida. Cada bloco do blockchain tem uma identidade, sabe a identidade do anterior e tem uma personalidade de dados.

Transparência

Assim como o cubo tem uma identidade, cada gavetinha desse cubo pode ter outra identidade, que são as carteiras. Toda a transação que as carteiras fazem são públicas (todos podem consultar) e imutáveis. Ao mesmo tempo é privado, pois ninguém sabe de quem é a carteira. Por isso é seguro e a privacidade dos dados é tão boa, tem sites onde todos podem consultar tudo que está acontecendo em todas as carteiras.

Quem veio primeiro o Blockchain ou as criptomoedas? 

O blockchain veio antes como uma forma de ter dados estruturados e seguros. E um grupo, o Satoshi Nakamoto, inventou o Bitcoin em cima de um blockchain. É importante destacar que não tem uma figura humana diretamente associada, na opinião do Pedro isso é ótimo, pois é uma ideia que é para sociedade.  

Bitcoin

Os blockchains funcionam de forma diferente, o Bitcoin é o primeiro blockchain do mundo  e é o mais fácil de entender, pois os únicos dados são: de quem, para quem e quanto. O Bitcoin foi inventado para ser uma reserva de valor e uma forma fácil de transferir valor sem precisar de um intermediário. 

Etherium

É um blockchain mais complexo, pois foi criado para ser uma plataforma para outros aplicativos. Ele é uma base e dentro dele é possível criar um software. Esses softwares são chamados de contratos inteligentes ou aplicações descentralizadas. Para exemplificar um uso, vamos imaginar uma vaquinha, você provavelmente teria que confiar em algum app para fazer isso, mas com o contrato inteligente tudo pode ser feito de uma forma segura e transparente. Outra coisa que acontece no Etherium são os oráculos, um deles consegue buscar informações de fora do blockchain para trabalhar com informações dentro do blockchain. Como o blockchain é fechado precisa de um oráculo configurado dentro dos parâmetros. Além disso, se outras empresas quiserem viver no Etherium elas também devem seguir esses parâmetros, um padrão a ser seguido. Com isso fica globalizado para todos, é mais fácil do que as empresas terem que criar seu próprio blockchain.

Dicas de conteúdo

Para saber mais sobre o blockchain e as criptomoedas é indicado: os podcasts do Lex Fridman.