Hoje trouxemos a brilhante história da Feito a Mão, empreendimento de pães artesanais, que começou com um negócio em que o Renato Costa e a esposa, Cibele Mello, vendiam 10 pães de casa em casa e se tornou um grande empreendimento que hoje já conta com 4 unidades e 50 funcionários. 

  • Insight
  • Como tudo começou
  • Crescimento
  • A história da bicicleta
  • Dias de hoje
  • Inspiração
  • Dicas de conteúdo
  • Mensagem do Renato

Insight

O Renato e a esposa não estavam em uma situação econômica boa e a esposa sempre foi muito boa para cozinhar e já tinha uma receita de pão que trouxe do Ceará. Então ele teve um insight, poderia vender pães de porta em porta e conseguir uma renda, começou vendendo 10 pães por dia. A Cibele Mello pesquisou mais, estudou para fazer os pães e decidiu que só faria pães com fermentação natural, uma produção totalmente natural. 

Como tudo começou

O pai do Renato financiou um forno e ele comprou uma bicicleta parcelada, pegou uma gaveta do enteado, forrou e fez de cesta, a qual servia para levar os pães na hora de vender. Foi assim que a Feito a Mão começou.

Crescimento

Como o pão era bom, a demanda começou a aumentar. Os pedidos de 10 foram para 16, de 16 para 20, até o forninho não dar mais conta. Eles precisaram pegar parte do dinheiro das vendas para comprar um forno maior. 

A história da bicicleta

Até um momento em que ficou muito pesado para levar os pães com a bicicleta, então eles resolveram parar a bicicleta e vender em um ponto fixo da rua, fizeram um “food bike”. A venda dos pães só aumentava, de 20 foram para 30, a Cibele começou a inventar novos sabores de pães e o negócio foi crescendo. Com investimento do pai dele, compraram um mini trailer e fizeram uma vitrine com os pães, agora tinham um local que possibilitava deixar mais pães para vender. 

Dias de hoje

Hoje já são 4 unidades da Feito a Mão, empresa que eles estruturaram para continuar a venda do pão, que emprega 50 pessoas. O modelo de negócio é artesanal, eles buscam fazer tudo de forma básica, tanto que a estrutura do local é madeira, vidro, ferro, todas as geleias que trabalham são artesanais de microempreendedores, os queijos são buscados de Minas e os pães são feitos um a um a mão com muito amor. 

Inspiração

O Renato sempre foi uma pessoa que dá o máximo de si para fazer as coisas, por isso quando ele começou com os pães e viu que poderia funcionar largou tudo para focar no empreendimento. 

Dicas de conteúdo

Ele nos deixou o nome de alguns livros que inspiram a vida dele: Autobiografia de um Iogue de Paramahansa Yogananda e Um Novo Mundo – O Despertar de uma Nova Consciência de Eckhart Tolle.

Mensagem do Renato

Se você achar que está perdido e não tem mais solução fique atendo para os insights da vida, uma esquina que você cruza pode mudar tudo. Fique aberto aos encontros da vida e tenha esperança!